quinta-feira, 1 de junho de 2017

Dois programas de bolsas de estudo para o Município e algumas indicações na primeira sessão do mês




Na primeira sessão do mês, ocorrida esta quinta (01/06), apresentei os projetos de lei de números 58/17 e 59/17, os quais, respectivamente, autorizam o Poder Executivo a instituir: 

(i) um Programa de Bolsas de Estudo destinado a da rede municipal de ensino para atuarem na Educação Infantil e no Ensino Fundamental; 


(ii) um Programa Municipal de Auxílio Educação, denominado “Projeto Bolsa de Estudo”, o qual terá por objetivo alcançar inclusivamente estudantes de baixa renda matriculados em universidade pública.

No caso dos professores, é preciso que seja criado um programa de bolsas de estudo para que esses profissionais do Município possam futuramente atuar como pedagogos na Educação Infantil e no Ensino Fundamental. Por isso defendo algo destinado a não portadores de diploma de curso superior, a fim de que ingressem e concluam o curso de graduação de licenciatura plena em Pedagogia, na modalidade presencial, semipresencial e no ensino a distância. 

O objetivo do programa que estou propondo é que a rede municipal de ensino possa contar com uma disponibilidade maior de coordenadores pedagógicos, sendo esta uma necessidade das nossas escolas. E também, devido às dificuldades financeiras dos nossos docentes em custear um curso universitário, torna-se justificável o custeio total das suas despesas.

Quanto ao outro programa apresentado, o de auxílio educação, este se justifica pelas dificuldades que muitos estudantes do Município encontram para cursar uma universidade pública, sendo um dos obstáculos enfrentados o transporte e outro a necessidade de moradia (quando o aluno precisa mudar-se de cidade). Por isso, tal proposta tem por objetivo alcançar estudantes de baixa renda matriculados em universidade pública e que apresentem bom desempenho acadêmico possibilitando que os mesmos possam se desenvolver em seus estudos ocupando vagas nas melhores instituições de ensino do país.

Como se sabe, temos em nossa região a UFRRJ, situada no Município de Seropédica, para a qual inexiste transporte universitário pelo fato de não haver uma quantidade suficiente de alunos lá matriculados capaz de justificar a disponibilização de um ônibus específico até o campus. Porém, se considerarmos que, dentre os estudantes de Mangaratiba, alguns poderão ingressar meritoriamente em universidades públicas, quer sejam instituições federais ou estaduais, torna-se adequado o Município custear o transporte ou a moradia desses alunos bem como a alimentação. Isto na hipótese de haver fundada justificativa e a ausência da prestação do serviço pela instituição de ensino superior, tipo não ter um restaurante universitário, por exemplo.

Obviamente que, se o aluno morar na cidade onde estiver estudando, não necessitará do auxílio quanto ao transporte, mas tão somente para moradia. Do contrário, apenas irá receber o reembolso pelas passagens. E, quanto à alimentação, se não houver a prestação do serviço no campus, ele poderá obter o ressarcimento das despesas pelo programa, conforme previsto no projeto de lei.

Considerando a relevância duas matérias propostas e os benefícios que o Município terá com investimentos na formação dos nossos estudantes e servidores (da área educacional), desejo que ambos os projetos de lei sejam atenciosamente analisados. Sabemos que nosso Município ainda se encontra em uma crise financeira, mas acredito que a educação ainda é o melhor caminho para vencermos.

Aproveito para informar que, durante a sessão na Câmara, foram aprovadas duas reivindicações de minha autoria. Numa delas (Indicação n.º 407/17), fruto de meu gabinete itinerante em Ingaíba no dia 26/05, solicitei à Prefeitura que disponibilize um clínico geral e também um cardiologista para prestar atendimento pelo SUS na unidade de saúde do Batatal. Já na outra (Indicação n.º 408/17), reivindiquei a limpeza e uma nova tampa para o bueiro na Rua Projetada F, nº 24, na localidade de Nova Mangaratiba, devido a transtornos que tem sido causados aos moradores como, por exemplo, nos dias chuvosos quando ocorrem alagamentos, sem contar com o malo cheiro causado pelo esgoto e a proliferação de ratos, baratas, dentre outros animais nocivos.

Houve ainda uma terceira indicação sugerindo uma campanha de doação e distribuição de agasalhos, mas que foi assinada com os outros dois membros da Comissão de Educação, Saúde, Meio Ambiente e Ação Social (CESAM) da qual faço parte junto com os colegas vereadores Wlad da Pesca (PT) e Helder Rangel (PSDB). Trata-se da Indicação n.º 404/17.

Finalmente gostaria de agradecer às alunas do 3° Ano Curso Normal do C. E. João Paulo II pela presença no Plenário da Câmara.



Juntos somos fortes!



Professor Renato Fifiu


PS: Confira AQUI a postagem sobre as matérias apresentadas da quinzena de maio.

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Trabalhos da segunda quinzena de maio



Olá, amigos.

A segunda quinzena do mês de maio foi muito dinâmica, a qual incluiu tanto a apresentação de matérias nas sessões da Câmara como várias outras atividades.

Após ter participado da XX Marcha em Defesa dos Municípios, ocorrida nos dias 15 a 17 de maio em Brasília, estive presente numa reunião na Vale do Rio Doce durante a manhã de 23/05, juntamente com os meus colegas da Comissão de Meio Ambiente da Câmara, Vereadores Helder Rangel e Wlad da Pesca, mais o líder de governo, vereador Emilson da Farmácia, além de técnicos em Meio Ambiente. O objetivo desta visita institucional foi para tratar principalmente do impacto ambiental referente às atividades da empresa em Mangaratiba, ocasião em que falamos da importância de que seja fortalecida a parceria da Vale com o Município para a melhoria da cidade, incluindo a possibilidade de que projetos nas áreas educacionais, esportivas e ambientais sejam contemplados com recursos financeiros.


Quanto às matérias apresentadas em Plenário, propus na sessão do dia 23/05 o Projeto de Lei n.º 51/2017 a fim de instituir no calendário de eventos do Município o Dia da Recreação para o deficiente físico a ser comemorado no primeiro sábado compreendido entre os dias 03 e 10/12, dentro da Semana da Pessoa com Deficiência. A ideia é proporcionar uma melhor qualidade de vida a esse grupo social específico buscando promover a inclusão de todos.

Dentre as indicações, foram aprovadas as seguintes reivindicações em benefício da nossa coletividade, sendo as duas primeiras na semana passada e as últimas encaminhadas na sessão de 30/05:

Indicação de n.º 366/17: Uma cobertura no ponto final das kombis situado na Rua da Palha.

Indicação de n.º 367/17: Uma cobertura na arquibancada do campo de futebol José Maria de Brito, situado na Praia do Saco. 

Indicação de n.º 386/17: Que o Clube Náutico dos Mangarás seja utilizado para realização de aulas de danças, cursos profissionalizantes, eventos sociais e atividades esportivas.

Indicação de n.º 387/17: A disponibilização de um psicólogo para prestar atendimento pelo SUS na Serra do Piloto, 5º Distrito de Mangaratiba. Isto porque, apesar do atendimento psicológico atualmente ser prestado gratuitamente no CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) e também no anexo ao Hospital Municipal Victor de Souza Breves, sabemos das dificuldades de mobilidade urbana em nosso Município. Pois se trata de um problema que afeta vários distritos e povoados de Mangaratiba mais afastados, inclusive a Serra do Piloto em razão da pouca freqüência nos horários da linha de ônibus.

Informo a todos que, na última sexta feira (26/05), estive com meu gabinete no Bairro Ingaíba para estar mais perto da população e fazer um mandato diferenciado através de um contato direto e buscando soluções. Fui muito cobrado por diversos itens a serem solucionados pelo Executivo, sendo que estarei encaminhando esses pedidos através de Indicações e de Ofícios.


Quero, portanto, meus leitores, continuar mantendo aberto esse diálogo com todos vocês através do blogue e do Facebook aqui na internet, buscando aquilo que for proveitoso para o futuro e o bem estar de Mangaratiba. 

#SouMangaratiba
#Legislativo
#Educação
#Saúde
#GabinetenaRua
#ProfRenatoFifiu

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Trabalhos da primeira quinzena de maio



Olá, amigos

Nossos trabalhos na Câmara desta primeira quinzena de maio foram marcados por ações voltadas para a dignidade da pessoa humana, cuidados com a infraestrutura urbana, defesa da educação infantil, apoio às reivindicações dos servidores municipais, esportes, promoção do turismo sustentável, a segurança no trânsito e nos parquinhos, além de ter obtido a aprovação do meu primeiro projeto de lei (em co-autoria com o vereador Helder Rangel) e conseguido o atendimento a um importante pedido sobre saneamento básico pela Prefeitura há tempos aguardado pela população do Centro de Mangaratiba.

Depois de ter recebido os professores no Plenário da Casa Legislativa, na manhã de 02/05 (clique AQUI para ler a matéria), naquele mesmo dia, apresentei o Projeto de Lei de n.º 37/17, o qual propõe instituir, no âmbito do Município, a "Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência", dando outras providencias. E, durante a sessão, foram aprovadas a Indicação de n.º 298/17, para seja criado um Centro de Convivência da Terceira Idade na região central de Mangaratiba, e a Indicação de n.º 299/17, que solicita à Prefeitura a colocação de quebra-molas na "Curva do Curral", situada na Ingaíba, devido à ocorrência de acidentes no local. Isto porque, depois do asfaltamento da estrada do Batatal, em 2014, a via tornou-se muito perigosa com motoristas trafegando em alta velocidade, tornando assim justificável que se ponha redutores em vários pontos de sua extensão.

Quanto à educação infantil, estou solicitando à Prefeitura a construção de duas novas creches no interior do Município, sendo uma na Serra do Piloto (Indicação n.º 324/17) e outra em Ingaíba (Indicação n.° 336/17), propostas respectivamente apresentadas nas sessões dos dias 04 e 09 deste mês. Pois, como sabemos, cabe ao Poder Público Municipal assegurar à criança vaga em centro educacional próximo de sua residência sendo que a unidade pré-escolar pode contribuir tanto para o desenvolvimento das atividades laborais das mães quanto para a formação e para o desenvolvimento do menor.

Durante a sessão do dia 09/05, tive outras matérias que foram propostas. Uma delas foi o Projeto de Lei n.º 42/17, o qual dispõe sobre a obrigatoriedade de casas de show, boates, salões de festas, bares, restaurantes e estabelecimentos similares, estabelecidos no Município de Mangaratiba, a exibirem em suas dependências advertências sobre o perigo da associação entre a bebida alcoólica e a direção no trânsito tendo por finalidade prevenir acidentes automobilísticos. Como é de conhecimento geral, o uso de álcool causa ao consumidor a diminuição de seus reflexos e prejuízos quanto à visão periférica,o que acarreta riscos de colisões nas ultrapassagens, além da falta de coordenação motora e dificuldades de adaptação quanto à diferença de luminosidade

Junto com meu colega de partido, ver. Helder Rangel, apresentamos a Indicação de n.º 322/17 solicitando que seja encaminhado à Câmara Municipal um projeto de lei elaborado pelo Poder Executivo a fim de regrar o turismo nas ilhas do Município.  Pois como sabemos a visitação nas ilhas da Baía de Sepetiba precisa desenvolver-se sustentavelmente, proporcionando oportunidades de trabalho e de renda para a população local sem causar danos ao meio ambiente. Por isso, consideramos indispensável a elaboração de uma norma disciplinando a atividade nos seus variados aspectos de modo que conciliemos a preservação do meio ambiente com a promoção do ecoturismo, respeitando as populações tradicionais e a cultura local. Porém, tendo em vista haver alguns aspectos da matéria que são de iniciativa do Poder Executivo, entendemos pela necessidade do encaminhamento de um projeto abrangente por meio de Mensagem à Câmara.

Ainda naquele dia, requeri a manutenção do parquinho situado no Centro de Mangaratiba (Indicação n.º 337/17), providência esta que precisa ser realizada com o máximo de urgência pois os brinquedos são feitos de madeira e ficam expostos aos fatores do tempo (chuva /sol), além do desgaste causado pelo próprio uso ocasionando a degradação dos mesmos. Por isso, se desejamos evitar a ocorrência de graves acidentes nas crianças frequentadoras do local, é fundamental que se faça reparos periódicos tanto nesta área de lazer como em outras.

Já na sessão de 11/05, apresentei o Projeto de Lei n.º 43/17 que propõe instituir a "Semana Municipal da Capoeira" a ser comemorada anualmente de 01 a 07 de agosto por ser a data de 03/08 o Dia Nacional da Capoeira ou do Capoeirista. Defendo que, nesse período, além das apresentações dos grupos de capoeira, sejam realizadas palestras, mostras de vídeo, exposições, debates com temas relacionados à capoeira, concursos, bem como a distribuição de cartazes e outros meios de comunicação que contribuam para a divulgação desta tradicional manifestação cultural herdada dos descendentes dos escravos. Afinal há que se fazer justiça histórica a essa arte esportiva que, no passado, já foi perseguida, discriminada e marginalizada, cuja prática chegou a ser erroneamente considerada crime pelo então Código Penal Brasileiro de 1890.

Na mesma sessão, tive aprovadas a Indicação de n.º 347/17, pedindo ao prefeito um ponto de ônibus coberto na Rua Arthur Pires, em frente à casa de nº 1309, na subida do bairro Moraes, e a Indicação de n.º 348/17, a fim de que sejam colocados refletores no campo de futebol José Maria de Brito, localizado na Praia do Saco. Sem esquecer de comentar também que passou, em segunda votação, o Projeto de Lei de n.º 17/18, o qual dispõe sobre a obrigatoriedade de aviso em estabelecimentos comerciais, principalmente bares e restaurantes, sobre a inoperância do cartão de crédito ou de débito quando o sistema estiver indisponível a fim de evitar constrangimentos ao cliente na hora de pagar a conta depois de haver consumido.

Para finalizar, reitero o agradecimento à Secretaria de Serviços Públicos e Transporte já registrado no Facebook por atender, em 10/05, ao Ofício de n.º 07/2017 do meu gabinete que diz respeito à limpeza do Valão na Rua 15 de Novembro, também chamada de Maria Augusta Lopes, no Centro (ver foto acima). Pois nunca é demais lembrar que o saneamento básico é considerado um direito fundamental do indivíduo e da coletividade, além de ser serviço público essencial. Até mesmo porque se trata da garantia do mínimo existencial social abrangendo o direito a uma moradia adequada, à saúde e à melhoria de todos os aspectos de higiene.



Aproveito para desejar meus votos de felicitação a todas as mamães pelas comemorações no próximo domingo (14/05) e um ótimo final de semana a todos!

Juntos somos fortes!



Professor Renato Fifiu

terça-feira, 2 de maio de 2017

Recebendo os servidores no Plenário da Câmara Municipal



Na manhã desta terça-feira (02/05), junto com os colegas vereadores, participamos pela Comissão de Educação da Câmara de uma reunião com os servidores da Prefeitura, a qual contou com a presença de representantes dos sindicatos SISPMUM e SEPE. O assunto da pauta foi sobre o reajuste salarial referente à data base, oportunidade em que foi dado direito de voz a cada um dos que foram chamados a compor os assentos do Plenário da Casa Legislativa.


Estamos ouvindo as reivindicações das categorias do funcionalismo e vamos unidos buscar uma solução perante ao Executivo Municipal, acreditando ser o diálogo a via adequada para a solução dos conflitos. 



À tarde, durante a sessão, entraram no Expediente o meu Projeto de Lei de n.º 37/17 que propõe instituir, no âmbito do Município, a "Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência", dando outras providencias. E foram aprovadas a Indicação de n.º 298/17 para seja criado um Centro de Convivência da Terceira Idade na região central de Mangaratiba e a Indicação de n.º 299/17 que solicita à Prefeitura a colocação de quebra-molas na "Curva do Curral", situada na Ingaíba devido à ocorrência de acidentes no local.

Reiterando o que havia colocado, é através do diálogo e de parcerias que encontraremos soluções viáveis para o Município, sendo muito importante a união entre os vereadores, os servidores e toda a população de Mangaratiba no enfrentamento dos problemas. 

Juntos somos fortes!



Professor Renato Fifiu

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Trabalhos da segunda quinzena de abril



Olá, amigos.

A segunda metade do mês de abril foi mais um momento em que demos prosseguimento ao encaminhamento das demandas de nossa cidade buscando soluções para os problemas que atingem tanto o morador quanto o servidor do Município. Além da Moção de Repúdio contra o Projeto de Lei do Senado sobre o abuso de autoridade (clique AQUI para saber mais), propusemos também várias medidas versando sobre educação, incentivo à cultura, esportes, oportunidades de trabalho para os jovens, cuidados com o espaço urbano e ainda convocamos o servidor municipal para a audiência do dia 02/05 a fim de debatermos sobre o reajuste que precisa ser dado ao funcionalismo da Prefeitura.


Em relação ao ensino nas escolas municipais, apresentei a Indicação de n.º 272/17, durante a sessão de 25/04, para que seja viabilizado junto ao MEC o retorno do Programa Mais Educação nas escolas da rede municipal de Mangaratiba. Este se trata de uma uma estratégia do Ministério da Educação com o objetivo de melhorar a aprendizagem dos nossos alunos em língua portuguesa e matemática, por meio da ampliação da jornada escolar de crianças e adolescentes, buscando alcançar as seguintes finalidades:


(i) alfabetização, ampliação do letramento e melhoria do desempenho em língua portuguesa e matemática das crianças e dos adolescentes, por meio de acompanhamento pedagógico específico;

(ii) redução do abandono, da reprovação, da distorção idade/ano, mediante a implementação de ações pedagógicas para melhoria do rendimento e desempenho escolar;

(iii) melhoria dos resultados de aprendizagem do ensino fundamental, nos anos iniciais e finais;

(iv) ampliação do período de permanência dos alunos na escola.

Sem dúvida, isso é algo que precisa ter continuidade também no ano de 2017! Principalmente porque temos em Mangaratiba unidades escolares que ainda são de baixo Índice de Desenvolvimento de Educação Básica (Ideb) e situadas em áreas de vulnerabilidade social. Assim sendo, o retorno do programa ao Município, através da ampliação da jornada escolar e da organização curricular na perspectiva da educação integral, poderá impulsionar significativamente a melhoria do desempenho educacional. 

Na sessão da última quinta (27), indiquei que fossem encaminhados à Câmara dois projetos de lei de iniciativa do Poder Executivo já que não cabe ao vereador apresentá-los como proposições de sua autoria. Um deles, o que foi sugerido na Indicação de n.º 290/17, propõe a concessão de incentivo fiscal para a realização de projetos culturais no âmbito do Município, tendo as seguintes características básicas:

- A concessão de incentivo fiscal correspondendo ao recebimento por parte do empreendedor de qualquer projeto cultural no Município, seja através de doação, patrocínio ou investimento, com certificados expedidos pelo Poder Público Municipal correspondentes ao valor do incentivo autorizado pelo Executivo.

- Os portadores dos certificados poderão utilizá-los para pagamento do ISS e do IPTU, até o limite de 20% (vinte por cento) do valor devido a cada incidência dos tributos.
Já o segundo projeto, proposto pela Indicação de n.º 292/17, seria a instituição de um Programa de Bolsa Estágio destinado à contratação de adolescentes de 16 a 18 anos para trabalharem como aprendizes ou estagiários em diversas repartições públicas da Administração Municipal. Pois, infelizmente, o mercado de mão-de-obra ainda é muito injusto com os jovens que, por falta de experiência, são preteridos por quem já tenha passado por uma outra empresa como profissional ou sido já estagiário. E essa falta de oportunidades gera grande exclusão no meio social, impossibilitando muitas das vezes a continuidade dos estudos por falta de recursos financeiros. Logo, se a ideia for acolhida pelo Executivo, transformada num projeto e depois aprovada pela Câmara, certamente atenderá às necessidades de inserção laboral das pessoas dessa faixa de idade.

Outros encaminhamentos dados na segunda quinzena de abril foram seriam as seguintes providências solicitadas à Prefeitura:

- A execução de uma obra de cobertura na piscina da Escola Municipal Especial Emanuela Ribeiro de Souza, o CER, e também instalado ali um sistema de aquecimento para possibilitar a continuidade da hidroterapia nos meses de inverno. (Indicação de n.º 238/17)

- O reparo no asfalto da Avenida Rio de Janeiro, na altura da "Boca da Barra", devido aos problemas gerados pelos buracos, poeira e muita lama nos dias chuvosos. (Indicação n.º 248/17)

- A construção da cobertura da quadra de esporte da Escola Municipal Coronel Moreira da Silva para que o local possa também ser usado nos momentos de chuva e de sol forte para as atividades físicas dos alunos. (Indicação n.º 249/17)

- A colocação de quebra-molas na "Curva do Curral", situada perto do campo de futebol de Ingaíba, para prevenir acidentes e atropelamentos no lugar. (Ofício de n.º 33/17)

- Providências quanto a um terreno abandonado na rua Arthur Pires,  em frente ao número 195, bem como uma atenção no tocante à fiação elétrica no local. (Ofício de n.º 34/17

Além disso, comuniquei aos sindicatos SEPE e SISPMUM, convocando os professores e demais servidores para a reunião marcada para o dia 02/05, às 10 horas, no Plenário da Câmara Municipal. Será uma audiência a fim de tratar exclusivamente da questão sobre os reajustes salariais do funcionalismo de Mangaratiba. Algo que reconheço ser de vital importância para os nossos trabalhadores.

Acredito ser através do diálogo e de parcerias que conseguiremos encontrar soluções viáveis para o Município, sendo que o meu gabinete encontra-se aberto para o recebimento de quaisquer sugestões ou propostas nesse sentido.

Contem comigo!



Professor Renato Fifiu

terça-feira, 25 de abril de 2017

Moção de Repúdio contra o Projeto de Lei do Senado sobre o abuso de autoridade




Foi aprovada durante a sessão desta terça-feira, na Câmara Municipal de Mangaratiba, a Moção de Repúdio que apresentei contra o Projeto de Lei do Senado de n° 280/2016, da autoria do senador Renan Calheiros (PMDB/AL), o qual define os crimes de abuso de autoridade. 

Embora o assunto mereça uma ampla discussão, a proposta do parlamentar nada mais é do que uma tentativa de acabar com a Lava-Jato, causando obstruções nas operações em meio a um importante momento em que a Polícia Federal e o Ministério Público estão investigando verdadeiros esquemas de corrupção existentes há anos em nosso país. 

Por isso, meus amigos, não podemos aceitar que esse retrocesso venha a ocorrer de modo que a nação inteira precisa se manifestar contra a votação do projeto prevista para amanhã em Brasília.

Juntos Somos Fortes!


Professor Renato Fifiu

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Trabalhos da primeira quinzena de abril




Bom dia, amigos!

Compartilho a seguir as últimas informações sobre o nosso trabalho no Legislativo:

➡ Umas das propostas que apresentei nas sessões da Câmara Municipal foi sobre a gratificação de difícil acesso que é um dos benefícios pagos aos professores que lecionam em escolas onde, por exemplo, haja a impossibilidade de utilização de vale-transporte, trate-se de local para o qual não há acessibilidade ao transporte coletivo, ou o transporte público funcione precariamente, bem como ocorra uma indisponibilidade nos horários em relação ao horário escolar. Refletindo sobre essa questão, consegui que fosse aprovada a Indicação de n.º 202/17, a qual pede ao chefe do Poder Executivo que as unidades escolares da Serra do Piloto passem a ser enquadradas na condição de “difícil acesso” para efeito de pagamento dessa gratificação ao docente quanto ao exercício de suas atividades no local. Isto porque, devido ao fato da linha de transporte público que atende a tais localidades operar com precariedade (não sendo frequentes os horários dos ônibus) há uma perda de tempo nos deslocamentos dos professores, devendo ser considerada ainda a indisponibilidade de horários do transporte coletivo com o horário escolar.

➡ Obtive a aprovação da Indicação de n.º 201/17, na qual proponho que a quadra de futebol situada na Praça Robert Simões, no Centro, passe a ser poliesportiva.

➡ Apresentamos na sessão de 04/04 o Projeto de Lei n.º 26/17, em co-autoria com o meu colega de partido, o Vereador Helder Rangel, o qual prevê a proibição do abastecimento de gás natural veicular com pessoas no interior do veículo nos postos de combustíveis por motivo de segurança. Recentemente, como os jornais noticiaram, mais um carro explodiu enquanto era feito o abastecimento. Dessa vez no Município de São Gonçalo (clique AQUI para conferir).

➡ Já na última terça (11/04), foi aprovada a Indicação de n.º 221/17, onde peço o reparo da quadra da Defesa Civil (ver fotos abaixo), situada atrás do Corpo de Bombeiros, a qual se encontra em péssimo estado e cheia de pichações.





➡ Também, naquela mesma sessão, outra reivindicação aprovada foi a Indicação de n° 222/17, para que a Prefeitura construa uma capela mortuária no distrito de Praia Grande.

Desejo a todos uma ótima semana e contem comigo!


Professor Renato Fifiu